segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Tirolesa


Medo, diversão, adrenalina, quais desses sentimentos pode definir uma boa descida de Tirolesa? Na verdade, muitas pessoas nunca ouviram falar antes dessa gostosa forma de brincar de Tarzan como criança, mas que realmente necessita de elevado nível de segurança e técnica vertical apurada.
A Tirolesa é um tipo de técnica usada para transpor equipamentos ou pessoas entre um ponto e outro. Para isso é fixada uma corda ou cabo-de-aço entre os pontos (sendo que um deles freqüentemente está mais alto que o outro). Daí em diante é só escorregar preso a uma polia e curtir a velocidade além das exuberantes paisagens onde normalmente são montadas.
A técnica é muito utilizada por alpinistas em ocasiões que necessitem atravessar distâncias pelo alto. Atualmente a tirolesa é bastante difundida e muito procurada pelos aventureiros de plantão, por proporcionar incríveis visuais além de muita emoção, que depende diretamente da distância e altura da tirolesa.
Há dois tipos de Tirolesa: seca, a qual começa em uma plataforma e termina em terra, ou molhada, que começa em uma plataforma e termina com queda num lago. A atividade é monitorada por instrutores. O equipamento de segurança obrigatório e fornecido pela operadora.
Para praticar Tirolesa, dependendo das suas dimensões, é preciso um cuidado todo especial quanto ao quesito segurança. É necessário o uso de equipamentos de escaldada como mosquetão (espécie de elo de metal), cadeirinha (confeccionada com fitas de nylon altamente resistentes que veste o quadril da pessoa), fitas de segurança e capacete apropriado e muito conhecimento de técnicas verticais para operar o procedimento de descida.
Está intrínseco, justamente no fator segurança, a principal peculiaridade da tirolesa. O equipamento usado é realmente seguro e tem margem de falhas em níveis próximos a zero. Contudo o “gelo na barriga” de descer uma Tirolesa está no conflito entre confiar no equipamento e temer a altura, que é quase comum em todas as pessoas.
Todo o equipamento que possui o selo de certificação do UIAA esta dentro dos padrões de segurança necessária para a prática desta modalidade de esportes.

Fonte: msvadventur
Foto: divulgação
Proradicalskate

Um comentário: