terça-feira, 10 de abril de 2012

ARTE RADICAL - Arte Urbana e Esportes Radicais

 - 

Com o patrocínio da Petrobrás o Espaço Cultural Contemporâneo – ECCO apresenta a exposição"ARTE RADICAL", um evento inédito no Distrito Federal, que reunirá Arte Urbana com manobras ousadas dos esportes radicais (skate, patins e bike). A mostra leva arte urbana para um espaço museológico, promovendo intercâmbio inédito e ousado entre arte e esporte, valorizando ambas as formas de expressão.
A curadora Karla Osorio Netto selecionou 44 (quarenta e quatro) artistas do Distrito Federal e de outros estados para exposição que estará em cartaz de 16 de fevereiro a 13 de maio. Haverá 2 (duas) pistas de skate (half pipe e mini ramp) posicionadas em área nobre nas galerias do espaço cultural, gerando interação direta e diálogo real entre a arte e o esporte, acompanhando o conceito ativo e dinâmico do centro cultural.
Durante o evento acontecerão 4 (quatro) campeonatos de esportes radicais: Skate, Inline Skating (Patins) e BMX (Bike), todos nas categorias: mirim, iniciante e amador. Haverá, ainda, demonstrações de atletas campeões como Pedro Barros (mundial na categoria 16 anos).
Além disso, outras linguagens da arte urbana estarão presentes no evento, como DJ's, Hip Hop e B-Boy's que se apresentarão em diversos momentos.
SOBRE A EXPOSIÇÃO

A Arte Urbana (Street Art) refere-se a manifestações desenvolvidas nos ambientes das cidades, onde o próprio meio em que o artista habita se torna o suporte de sua pintura ou expressão artística visual. Partiu de um movimento underground e foi gradativamente se constituindo mais uma expressão artística, com qualidade técnica, incluindo várias camadas da sociedade e abrangendo modalidades diferentes, como estêncil, grafite, lambe-lambe etc... Hoje já ocupa museus, espaços culturais e galerias ao redor do mundo que cada vez mais valorizam esta linguagem.
No Brasil, a Arte Urbana se projetou no final da década de 1970 na, sob forte influência estrangeira, mas logo ganhou identidade e estilos próprios, imbuídos da mais pura cultura e imaginários brasileiros. Espalhou-se por todo país e enraizou o seu conceito como arte contemporânea, obteve reconhecimento de instituições brasileiras e, atualmente, já chega a "exportar" artistas para exposições no exterior.
O movimento da Cultura Urbana sempre esteve ligado a várias vertentes, unindo arte, música, dança, teatro, performances e esportes radicais. Embora a diferença faça parte dessa cultura, ela sempre se destacou pela boa convivência entre rapperspunksheadbangers, membros do movimento hip hop, e outras tribos, como a dos praticantes de esportes radicais.
A exposição reúne 43 artistas do DF e de outros estados, sob a curadoria de Karla Osorio Netto. Estão representados artistas de diversas gerações e de várias "crews" de diversas Regiões Administrativas do Distrito Federal, como: Kollor Kingz/ Ceilândia; DF Zulu Breakers/ Ceilândia; Força Tarefa/ Ceilândia, SRA/ Recanto das Emas, Síndrome Criativa/ Recanto das Emas e Samambaia; etc.. Participam desde os grafiteiros mais tradicionais, os primeiros da cidade, até alguns muito jovens com formação em artes visuais e que optam pela linguagem urbana como complemento de seu trabalho em ateliê.

A maioria das obras será produzida em grandes painéis, montados especialmente para o evento. Serão exibidas, também, obras de toy art, objetos cotidianos, shapes e outros. No contexto do evento será, também, feito amplo levantamento dos artistas urbanos de Brasília, cuja obra será exibida em vídeo durante toda a exposição, deixando registro inédito da produção local no segmento.
Será lançado um catálogo bilíngue da exposição, editado pela Editora ARP e cujo lançamento está previsto para o final do evento em abril.

SOBRE OS ARTISTAS
Foram reunidos 43 artistas brasileiros para integrar esta exposição coletiva inédita em Brasília. Cada um deles possui sua particularidade e estilo próprio, alguns são renomados e já realizaram exposições individuais em museus e galerias no exterior; outros estão iniciando sua carreira e participam de sua primeira exposição.
Os artistas são: Adriano Cinelli (Onio); Alejandro (Alejandro); Anderson Ribeiro (Fokker); Bruno Fiedler (Bruno Fiedler); Cristina Pessoa (C22); Cirilo Quartim (Cirilo); Daibes (Ottoni); Dalmi Júnior (Bazek); Daniel Alencar (DNB); Daniel Morais (Toys); Diego da Silva (Diafreeka); Fabrícia Ouvídio (Brixx); Felipe Correa (Shie); Flávio (Soneka); Gabriel Marx (Plic); Gilmar (Bass); Gilmar Cristiano (Satão); Gleyson Ferreira (Kogu); Jõao Batista (Sowtto); João Daniel (Jão); João Eduardo (Lelo); José Isaías (Guga G08); Juliana Borges (Borgê); Leandro Alves (Tell HC); Leonardo Henrique (Kareka); Luiz Fábio (Pena Pride); Marco Aurélio (Snupi); Maria Joana (Mary Jane); Miguel Molina (Wow); Mikael Guedes (Omik); Naiana da Silva (Nati); Otávio Silva (Kane); Pedro Antônio (Pipoka); Pedro Braga (Drão); Pedro Felipe (Rdoze); Pedro Henrique (Dom Pedrone); Rafael Caldeira (Odrus); Raíssa Marielle (Miah); Rivas (Rivas); Roney da Silva (Stupdo); Sírio Gomes (Mudof); Thales Fernando (Pomb); Walter de Souza (Turko).

SOBRE OS ESPORTES RADICAIS E OS CAMPEONATOS
Apesar das modalidades esportivas que compõe os chamados Esportes Radicais já existirem a mais tempo, o termo em si ganhou força e popularidade por volta dos anos 90, quando surgiram campeonatos que uniram essas modalidades sob o rótulo de radicais.
A popularização destes esportes também atingiu o Brasil, aqui o Skate já é o segundo esporte em termos de número de praticantes, perdendo apenas para o futebol. Mesmo com um número tão elevado de praticantes e visibilidade cada vez maior na mídia, o skate e os esportes radicais ainda são frequentemente vistos como marginalizados, talvez porque funcionam, também, como uma ferramenta de inclusão social. Pessoas de diferentes níveis sociais e grupos diversos são unidas pelo desejo de praticar um esporte que interage tão perfeitamente com a cidade. Propicia maior chance de convivência em comunidade, melhora da auto-estima, sensação da superação de limites, além dos benefícios à saúde pela prática de uma atividade completa.
Durante o evento "ARTE RADICAL" as duas rampas estarão abertas para a prática de três modalidades: skate, inline e BMX; com quatro campeonatos nos finais de semana. As modalidades dos campeonatos serão: mirim, iniciante e amador, e para todos haverá premiação do 1º ao 5º colocado, e medalhas até o 10º. A premiação inclui shapes, confecção, calçados e acessórios. Além destes acontecerá o OverFinger, campeonato de Finger Board promovido pela parceira Overstreet.

NORMAS DE UTILIZAÇÃO DAS PISTAS DE SKATE
Fevereiro a Maio de 2012
O Espaço Cultural Contemporâneo – ECCO convida a galera dos esportes radicais a virem praticar nas pistas montadas dentro das Galeria I e II. Convide seus amigos e venham se divertir !
Atenção às regras:
VERTICAL – MINI HALF PIPEHalf pipe (medindo 13 metros, com 2,5 metros na parte mais alta e 1,90 metros na parte mais baixa); - Cada bateria será de 2 horas respeitando-se os horários estipulados no calendário;- As baterias poderão ter no máximo 10 (dez) praticantes;
- Os praticantes poderão fazer pré-agendamento para grupos.
VERTICAL – MINI RAMPMini Ramp (medida 16 m x 2,20 m, com 1,60 m na parte mais alta); - Cada bateria terá duração de 2 horas, sem limitação ao tipo de esporte estipulado na bateria. Organização será segundo demanda;- As baterias poderão ter no máximo 5 (cinco) praticantes;- Os praticantes poderão pré-agendamento para grupos.


- O agendamento garante as vagas somente mediante pagamento efetivo;Valor: R$5,00 (cinco reais) por pessoa e por bateria, em cada rampa;- É obrigatório o uso de capacete. No caso de locação no ECCO, é obrigatório sua devolução ao final da prática do esporte;- Vetado o consumo de alimentos dentro do espaço, exceto no espaço reservado para isto (área lounge);- É proibido entrar com bebidas alcoólicas no espaço;- É proibido fumar no espaço;- Não é permitido a prática dos esportes ou uso dos equipamentos na área de circulação e nas galerias; - No caso de bikes, é proibido o uso de pedaleiras de metal, pois podem danificar as rampas;- Não é possível passar parafina no coping;- Obrigatória assinatura PRÉVIA de Termo de Utilização das Rampas de isenção de responsabilidade do ECCO. 
- Menores de 18 anos devem levar o Termo de Utilização das Rampas assinado pelo responsável, devidamente identificado e com dados completos.
Faça o download do Termo de Utilização das Rampas aqui.


Período: 16 de fevereiro a 13 de maio de 2012Horário: diariamente, das 09h00 às 19h00Local: Espaço Cultural Contemporâneo – ECCO - SCN Quadra 03 Bloco C Loja 5 - Brasília-DF Informações e agendamento: 61 33272027 r. 25 e 24; 61 99642103

proradicalskate


Um comentário: