terça-feira, 20 de março de 2012

ESPORTES RADICAIS EM BRASÍLIA

Brasília se consolida a cada dia como um dos lugares mais apropriados para a prática dos esportes radicais. O ar puro, os grandes espaços e a variedade de trilhas e cachoeiras dão aos adeptos das aventuras esportivas razão de sobra para buscar a Capital Federal. Tanto na terra quando na água ou no ar, o cardápio de atrações da cidade é enorme. Os esportes aquáticos também têm espaço assegurado em Brasília, O Lago Paranoá, onde são realizadas regatas e competições náuticas, concentra a maior variedade de opções: canoagem, jet-ski, wind surf, esqui aquático e outras modalidades.
Brasília se consolida a cada dia como um dos lugares mais apropriados para a prática dos esportes radicais. O ar puro, os grandes espaços e a variedade de trilhas e cachoeiras dão aos adeptos das aventuras esportivas razão de sobra para buscar a Capital Federal. Tanto na terra quando na água ou no ar, o cardápio de atrações da cidade é enorme. 
Trilhas ecológicas não faltam em Brasília e seus arredores. O próprio traçado do Plano Piloto é um convite às caminhadas, já que todas as super-quadras são arborizadas e apresentam o colorido  característico do Centro Oeste. Para os percursos fora da cidade, são muitas as alternativas. Os parques da Cidade e da Água Mineral, por concentrarem ambientes inteiramente acolhedores, são os preferidos daqueles que gostam de percursos a pé.
Motoqueiros e jipeiros têm terreno de sobra para sua diversão: veredas e sinuosos caminhos entre riachos e cachoeiras garantem a satisfação em suas aventuras. Perto da cidade satélite de Sobradinho, o Caminho do Delírio, na pedreira da Fercal, é o ponto garantido para as manobras mais radicais em motos, jipes e bicicletas. Outras alternativas são o Buraco das Andorinhas, o Jardim Botânico e a Trilha do Lenhador, no Varjão, no Lago Norte.  
  
A 110 quilômetros do centro do poder, o Vale do Paranã é de onde decolam asas delta, para vôos panorâmicos sobre o verde do Planalto Central. A topografia variada, com predominância do cerrado, e os ventos constantes fazem da região o lugar ideal para a prática do vôo livre. Por reunir tais condições, a capital do Brasil foi o cenário eleito para realizar, no último mês de agosto, o 14º. campeonato mundial da modalidade, que reuniu participantes do mundo inteiro. Ao fim da viagem pelo céu sempre azul de Brasília, a emoção de pousar no gramado do Eixo Monumental, em frente à Catedral.       
Os esportes aquáticos também têm espaço assegurado em Brasília,  O Lago Paranoá, onde são realizadas regatas e competições náuticas, concentra a maior variedade de opções: canoagem, jet-ski, wind surf, esqui aquático e outras modalidades. Já nas cachoeiras do Distrito Federal –como a Gruta Azul, Buraco das Andorinhas e a Cascata do Tororó-, se concentram os praticantes do rapel, os montanhistas e os trilheiros, que buscam na beleza da natureza o outro lado da capital.     

Fonte: setur-DF                      
proradicalskate


4 comentários: